Thursday, April 13, 2006

Behaviorismo

Ter o homem como tábula rasa faz sentido se considerarmos o DNA apenas a informação para células, tecidos, carnes e órgãos. Mas assim se esquece que mesmo o comportamento tem seus órgãos, desenhados com a precisão de uma pena ou de uma orelha. Somos preconceituosos, hierárquicos, dominadores e curiosos, entre tantas outras coisas, por vontade do DNA.

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home