Thursday, November 23, 2006

Wilson 2

"Se cada família elaborasse suas próprias regras de comportamento, a sociedade como um todo desagregar-se-ia num caos. Para neutralizar o comportamento egoísta e o poder destruidor da inteligência superior e da idiossincrasia, cada sociedade deve elaborar seu próprio código. Dentro de limites amplos, qualquer conjunto de convenções opera melhor do que a ausência total das mesmas. E devido ao fato de os códigos arbitrários operarem, as organizações tendem a ser ineficientes e ficar atravancadas por injustiças desnecessárias." Daí se conclui o que Rappaport teria afirmado: "A santificação transforma o arbitrário no necessário."

2 Comments:

At 4:34 PM , Blogger Chico Prosdócimi said...

Creio que Wilson quer dizer com isso que *qualquer sistema de regras*, por mais arbitrário que seja, é melhor do que anarquia: "qualquer conjunto de convenções opera melhor do que a ausência total das mesmas".
Discordo veementemente deste argumento, acho absurdo e estúpido!
Anaquia now!

 
At 6:50 PM , Blogger Rodrigo said...

A anarquia não funciona. As pessoas já preferiram inúmeras vezes pagar imposto a um poder central para ter sua propriedade protegida. É disso que se trata. Você pode começar outra anarquia, as pessoas vão voltar a querer o sistema.

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home