Thursday, June 15, 2006

III

Os asfaltos das ruas vão mudando conforme os carros expostos nas calçadas - ou nas garagens.

As tardes de sol não serão repetidas embaixo da terra.

As manhãs em que o mundo chega alegre à nossa janela sempre tornarão a chegar e serão bem ou mal aproveitadas da mesma e absoluta forma que hoje, e assim infinitamente, como um roteiro costurado ao fino tecido do tempo e do espaço, a ser festejado ou sofrido a cada grande respiração do maior de todos os universos.

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home