Wednesday, October 01, 2008

A beleza

Natureza, em primeiro lugar. Nada artificial pode comparar-lhe. Depois, a simplicidade, que sirva a mesma função com menos; mas, ao mesmo tempo, a exuberância, o ser-se todo, completo, rico, como o máximo esperado para aquela natureza. E talvez por fim a inteligência, a coragem a curiosidade e os talentos. Por que não a força? Sim. Também a força.

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home