Friday, February 17, 2012

Estão destruindo o espírito científico

O que foi a evolução da massa de cultos ao longo da nossa história? Na cultura ocidental, podemos ver que os filósofos de alguns séculos atrás estavam por dentro dos avanços nas ciências. Hoje, quantos dominam os conceitos principais das ciências básicas do Ensino Médio - matemática, física, química, biologia? A especialização alcançou níveis tais que o cientista médio tanto como o filósofo médio lê o mundo através das telas da mídia, do cinema, da "Academia". Apenas produções de ocidentais protegidos atrás de muros e seguranças, devidamente higienizados, "limpos" da realidade, da terra, daquele povo sujo, fedorento e colorido.

O crescimento da cultura de uma civilização se assemelha aos movimentos de uma ameba. Trabalhamos as ciências para "progredir", isto é, para aumentar nosso "alcance alimentar" com o qual "devoramos" o que quer que encontremos e o assimilamos aos nossos tecidos. Nossos males sociais e ambientais decorrem de que nos expandimos DEMAIS e nos tornamos desatentos para o núcleo da célula, nosso conceito de verdade. A verdade se tornou individual, fragmentária DEMAIS, deixamos de proteger o centro comum, a coletividade, aquele "puro e simples" antigamente acessível a todos, hoje degradado PROPOSITALMENTE, para que todos necessitem COMPRAR. O dinheiro se torna o núcleo da célula, e fechamos os olhos para o seu poder de nos desestruturar até o Colapso.

O espírito científico parte da consciência de uma verdade comum acessível à razão. Morta essa consciência, temos apenas mais um feudalismo. Uma nova idade das trevas, mas desta vez com eletricidade.

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home