Monday, November 13, 2006

Sonho #1, 4 de outubro de 2006

Que saudades da minha girafa! Em seu dorso cavalgava, digo, giralfava por ruas limpas e arborizadas; ela, que respeitava os sinais e me beijava afetuosamente com seus beiços de ungulada! Como resistir à lembrança? Seu pêlo amarelo e suas dóceis manchas alaranjadas! A seu pescoço amigo me aferrava, presa de exaltação e alegria, para galoparmos velozes rumo ao desconhecido... e como nos aventurávamos então! Penteava-lhe a crina e a cauda, perfumava-lhe o abrigo e exterminava seus parasitas; e ela, em troca, me sublimava com o contentamento e a compreensão que só uma girafa poderia saber exprimir. Ó, meu animal, minha companhia, minha alegria, perdoa-me a vigília. Sonharia contigo outra vez, e desbravaríamos novas madrugadas...

1 Comments:

At 2:08 PM , Blogger PAF said...

Rodrigo,

Uma vez comentando sobre solos e guitarras, você me falou que nunca tinha ouvido o solo de Europa, de Carlos Santana.

Eu postei ele no meu blog(http://tudooutravez.blogspot.com). Aproveite!

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home