Thursday, May 10, 2007

tornado

O tempo voa em círculos, como um urubu numa espiral ascendente.

Como a galáxia, vamos espiralando pelo universo rumo ao desconhecido,
sem saber aonde vamos, de onde viemos, apenas seguindo em frente.

Certo dia, chega até cada um de nós um entendimento que até então não tínhamos;
é como uma volta completa, mais um arco, um elo uma espira.

Estamos agora exatamente onde estávamos antes, mas um nível acima;
compreendemos agora por outro ângulo o que antes só era visto em parte.

Agora, ainda, apenas vemos em parte, e jamais será diferente.

O que vemos, o que entendemos, será sempre o que procurarmos
entender, e estiver ao nosso alcance.

Com o tempo, sempre alguém estará mais certo, e outro irrefutavelmente errado.
E não é o mundo que vai girar sempre
para adaptar-se aos pensamentos que se julgam, apenas, atrasados.

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home