Friday, September 08, 2006

Metalinguagem

As letras são os minerais dos quais se constróem as palavras vivas.
Como as vértebras de uma serpente,
dão movimento e forma à criatura,
dão-lhe aspecto e função
(ou existirá cobra herbívora?).

As letras são os blocos das idéias,
os grãos das estátuas.
Sem o pó, não existe o significado -
sem as letras, não haveria o humano.

Mas mesmo no homem,
mesmo no humano,
há o iletrado,
o inexplicado,
o imensurável
e o insondável.
Em meio ao caos,
equilíbrios.
Em meio às letras,
caos.

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home