Tuesday, April 03, 2007

Monarca imaginário

Se eu fosse rei, proibiria o ar-condicionado, a não ser em museus, coleções científicas e processos industriais que o exijam. Proibiria também o celular, por razões óbvias. Todo o território tropical do meu reino seria reconstruído, e a arquitetura, unida com a natureza e o desenvolvimento sustentável, formaria meu único ministério. Até o exército, como glóbulos brancos, estaria sujeito ao ritmo dos pulmões, à decisão do cérebro... hum..... não.

O exército sou eu.

A ciência seria dirigida para o conforto e a economia. O luxo e a ostentação seriam crimes inafiançáveis. A simplicidade é a melhor arma, e os habitantes seriam premiados pela inovação de técnicas simplificadoras e econômicas. Por exemplo, como usar água quente num país tropical:

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

Links to this post:

Create a Link

<< Home